Quem somos:

A Fundação Nossa Senhora de Guadalupe – FNSG é uma entidade de direito privado, filantrópica, sem fins lucrativos, de assistência social e de promoção humana. Desde 1994 é a mantenedora do Colégio de Itajubá.

Com autonomia administrativa e financeira e regendo-se por estatuto e legislação aplicável, a FNSG realiza, através do Colégio de Itajubá, uma de suas mais nobres vocações, uma educação de qualidade como objetivo de formar o homem pleno: o cidadão, a pessoa humana e o profissional.

Há 81 anos educando

O Colégio de Itajubá é uma das instituições de ensino mais tradicionais e importantes de Itajubá e região. Tem uma presença marcante no meio educacional desde do ensino fundamental, passando pelo ensino médio regular até o ensino técnico profissionalizante.

A maior riqueza do Colégio de Itajubá são seus próprios alunos. Por seus bancos escolares já passaram políticos de expressão nacional e local; empresários presidentes de grandes corporações, diretores e técnicos de destaque em suas áreas; profissionais liberais de sucesso: médicos, advogados, professores, economistas, comerciantes, secretárias e profissionais em outras áreas de atuação.

Seja ocupando funções de destaque, seja exercendo seu singelo ofício, o Colégio de Itajubá faz parte da trajetória vitoriosa de todos estes homens e mulheres.

Estes 81 anos de sua existência são o maior aval de sua seriedade e do compromisso com uma educação responsável e competente que responda as necessidades específicas de seus alunos e as demandas do mercado de trabalho globalizado.

 

Hoje, o Colégio de Itajubá atua na educação dos jovens e adultos de Itajubá e região, com:

  •  Ensino Médio
  •  Ensino Técnico

Nosso compromisso pedagógico:

  • Educação profissional voltada para as demandas locais.
  • Inserção dos profissionais no mercado de trabalho.
  • Educação básica articulada
  • Autonomia intelectual
  • Atualização permanente
  • Desenvolvimento da cidadania.
  • Busca permanente da qualidade.

Nosso Diferencial:

  • Cursos Técnicos organizados por Eixos Técnológicos.
  • Aprendizado baseado em Competências Profissionais.
  • Cursos Concomitantes ou Seqüenciais ao ensino médio.
  • Organização Curricular em Módulos.
  • Qualificação Profissional nos módulos.
  • Diploma Técnico ao final dos módulos.
  • Currículos voltados para necessidades das empresas.
  • Desenvolvimento de Projetos durante o curso.
  • Estágio Supervisionado.
  • Corpo Docente especializado.
  • Aulas práticas em laboratórios.

O que temos a oferecer:

CURSOS TÉCNICOS REGULARES:
  •  Formação Técnica de 2º grau.
  •  Em 4 Eixos Tecnológicos: Controle e Processos Industriais; Ambiente, Saúde e Segurança; Gestão e Negócios; Informação e Comunicação.
  •  Módulos específicos com Certificado de Qualificação Profissional.
  •  Ao final do curso Habilitação Técnica nível de 2º grau.

 

CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL:
  •  Cursos de Qualificação rápida e específica.
  •  Cursos de Qualificação em diversas áreas profissionais.
  •  Cursos voltados para as necessidades específicas da empresa.
  •  Cursos realizados no Ambiente da Empresa ou do Colégio.
  •  Material Didático próprio e completo.
  •  Professores habilitados e inseridos no mercado de trabalho.

Importância da formação Tecnica:

Vivemos uma nova realidade no mundo competitivo do trabalho. É preciso estar qualificado para ingressar nesta competição. E mais ainda: é necessário manter-se atualizado, reciclar, buscar novos conhecimentos, adquirir outras competências para permanecer no mercado de trabalho. Senão…outros ocuparão este lugar! s empresas passaram a exigir trabalhadores cada vez mais qualificados. Ao conhecimento teórico se agregam novas competências relacionadas com a inovação, a criatividade, o trabalho em equipe e a autonomia na tomada de decisões, mediadas por novas tecnologias da informação. Equipamentos e instalações complexas requerem trabalhadores com níveis de educação e qualificação cada vez mais elevados. As mudanças aceleradas no sistema produtivo passam a exigir uma permanente atualização das qualificações e habilitações existentes e a identificação de novos perfis profissionais.

Com estas transformações no mundo do trabalho, em um contexto de globalização da produção e acirramento da competitividade, a importância da formação profissional passa a ganhar novos e insubstituíveis significados.